segunda-feira, 21 de julho de 2008

REGRAS DE ESTÉTICA

Até a máxima liberdade e independência de idéias criativas estarão regidas e guiadas pela sensibilidade de cada um de nós. A harmonia é o corolário resultante do respeito e uso criterioso daquelas noções. É fácil reconhecer um ambiente antiestético. Sentimos logo quando falta proporção entre seus elementos; quando um adorno é grande demais em relação ao pedestal que o sustenta; ou as cadeiras são pequenas demais em relação à mesa; o aparador não respeita o estilo da sala e não serve aos seus propósitos verdadeiros. Podemos sentir quando há um desnível sério entre os diversos elementos que compõem um arranjo. Ou mesmo quando estes vários elementos não têm elo de ligação entre si. As próprias linhas que constituem as formas dos objetos, quando repetidas em diversos elementos passam a predominar no ambiente e trazem certas unidades a ele. Linhas verticais (objetos compridos e estreitos) temos a impressão de altura geral bastante acentuada. Os ambientes poderão parecer altos e espaçosos. Se as linhas são horizontais, alongam o ambiente traduzem calma e tranqüilidade, mas se repetirem demasiadamente podem dar uma idéia de depressão, e até mesmo produzir uma sensação opressora em ambientes de teto baixo . As linhas curvas sugerem luxo além de dar um toque bem feminino. Quando se trata de diagonais, temos ambientes muito movimentados e excitantes, próprias para ambientes públicos e de diversões. Deste modo, jogando com as linhas de um ambiente, podemos armá-lo equilibrando e unindo, deixando por conta dos diversos elementos empregados os jogos de efeito decorativo propriamente dito.

2 comentários:

Carol Barcellos disse...

Puxa, estou gostando muito daqui...é provável que minha casa passe por uma reforma, e é bom ler sobre isso antes. Vc pegou pelo pé: decoração de interiores seria meu próximo objeto de estudo, se eu tivesse mais tempo para me dedicar a uma área completamente diferente da minha.

Beijocas doces cristalizadas!!! ;o*

P.S. Volto para ler mais!!! ;o>

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Com certeza, ou se procura um decorador à altura, ou, o dono da residência necessita estudar e apurar o seu conhecimento estético.
Explanação muito apropriada!Bjsss